Baixa Temporada em Bonito: Quando é e o Que Fazer?

Para quem deseja viajar pagando pouco, saiba que é possível fazer isso na baixa temporada em Bonito, no interior do Mato Grosso do Sul.

É nessa época do ano que chove menos, as crianças podem aproveitar as férias escolares para mergulhar nas piscinas naturais e fazer flutuação, e os preços estão mais baixos em todos os setores da viagem.

Mas, como é comum, a baixa temporada também tem lá suas desvantagens, o que pode motivar algumas pessoas a visitarem Bonito/MS na alta temporada.

Para saber quando é baixa e alta temporada na cidade e o que fazer na região do ecoturismo brasileiro em épocas mais vazias, é só acompanhar este conteúdo que nós, da Roteiro Bonito MS, preparamos para você.

Acompanhe tudo!

⚠️ Atenção, turista!

Devido à conservação das diversas maravilhas naturais de Bonito, há um número limitado de vagas de acesso aos passeios da cidade.

Sabendo disso, não perca tempo: é essencial preparar o roteiro da sua viagem o quanto antes.

Quando é baixa temporada em Bonito/MS?

A baixa temporada na cidade de Bonito acontece entre os meses de maio e setembro, coincidindo com as férias escolares de julho e com a estação seca.

Anualmente, o Conselho e a Secretaria Municipal de Turismo (Comtur e Sectur) definem o calendário com os valores dos passeios e das hospedagens na alta e baixa temporada de Bonito/MS.

É correto afirmar que, mesmo os valores dos passeios sendo tabelados, eles podem ficar mais em conta fora dos períodos festivos, como o Carnaval, Semana Santa (Páscoa), Tiradentes, Semana N. Sra da Aparecida, Proclamação da República, Natal e Ano Novo.

O que fazer na baixa temporada na cidade de Bonito?

Visitar Bonito, no Mato Grosso do Sul, sempre é uma experiência única e prazerosa, seja debaixo de chuvas de verão ou no friozinho do inverno.

Mas, o que fazer em Bonito durante a baixa temporada, afinal?

Com poucos visitantes e, consequentemente, mais vagas para os passeios locais, a época é a melhor para ir a Bonito.

Veja abaixo alguns passeios para você incluir no seu roteiro de viagem para a região Centro-Oeste do Brasil.

1. Mergulhar na Lagoa Misteriosa

Se você pensou em viajar para Bonito com os filhos nas férias escolares (fevereiro) para conhecer a famosa Lagoa Misteriosa, melhor pensar bem.

O motivo não é nem pelo preço no calendário de alta temporada, mas sim porque durante o verão as algas se proliferam e o mergulho e flutuação ficam fechados.

Por isso, a melhor maneira de curtir as profundidades dessa misteriosa lagoa é na baixa temporada.

2. Curtir as atividades no Balneário Nascente Azul, especialmente nas férias escolares

Também é na baixa temporada de Bonito/MS que os turistas conseguem aproveitar a flutuação na Nascente Azul, um dos melhores parques de ecoturismo do Brasil.

Há muito verde, boas atividades para adultos e crianças e, de quebra, um museu subaquático.

Observação: a vegetação fica ainda mais verde na estação úmida (verão), mas a cidade não perde sua beleza natural na estação mais seca.

3. Praticar boia cross, snorkel, stand-up paddle e mais

Em Bonito, um dos melhores atrativos deste destino maravilhoso é praticar alguns esportes, como stand-up paddle, vôlei, futebol de areia, snorkel e o boia cross.

Esses são passeios um pouco difíceis de serem feitos em época de chuva, por isso, devem entrar na lista de atrativos entre maio e setembro.

Então, se você estiver na dúvida entre a alta e baixa temporada, pense em quais atividades você vai querer praticar, ainda mais se levar crianças em Bonito.

4. Fazer rapel em Bonito/MS

Trilha, cachoeiras, almoço e o maior rapel do Brasil: tudo isso na atração turística chamada Boca da Onça. Mesmo não sendo barato – nem na baixa temporada de Bonito –, é um dos melhores passeios para quem ama uma aventura na selva.

5. Tomar banho nas cachoeiras da Serra da Bodoquena

Um dos passeios mais procurados em Bonito – e, por isso mesmo, ideal para visitar na baixa temporada – é a Serra da Bodoquena.

O Parque Nacional é um paraíso emoldurado pela rica vegetação da Mata Atlântica e do Cerrado, possuindo mais de 70 hectares e uma grande variedade de animais.

É uma viagem perfeita para a família toda desfrutar das piscinas naturais do rio Betione, tomar banhos nas cachoeiras e praticar diversas atividades, como tirolesa, passeio de caiaque e vôlei.

6. Curtir uma longa flutuação no Rio da Prata

Rio da Prata é uma das melhores atrações turísticas para fazer flutuação, principalmente, porque é a mais longa de todas: cerca de 4 horas.

Mas, além de flutuar por mais ou menos 2 mil metros no Rio Olho d’Água acompanhado de guia – todos os passeios dependem de um guia turístico –, a melhor experiência inclui todo o percurso até chegar nas águas.

Isso inclui uma trilha pela mata ciliar, por onde os turistas terão a chance de caminhar entre árvores centenárias, bromélias e outras lindas flores.

Tanto dentro quanto fora das águas é possível curtir o passeio. No rio, você pode ver as variadas espécies de peixes, como os piraputangas, símbolo de Bonito.

Mas, se preferir, pode passear de barco movido a energia solar. É também garantia de um ótimo passeio pelo Rio da Prata, onde você também pode fazer mergulho.

7. Nadar nas águas cristalinas do Rio Sucuri

Outro ponto turístico que não deixa a desejar a outros lugares, como a Coreia do Sul, França, Costa do Marfim ou Costa Rica, é o Rio Sucuri.

Suas águas são tão cristalinas que o local virou parada obrigatória para os viajantes. Há trilha de 400 metros, passeio de barco e flutuação a 1.800 metros.

Então, quando pensar em ir a Bonito na baixa temporada, não esqueça de adicionar o Rio Sucuri em seu roteiro de viagem. Você não vai se arrepender!

8. Aproveitar os atrativos do Balneário Municipal de Bonito

Fazer churrasco com a sua própria comida e desfrutar das atividades em uma área de lazer em meio à natureza, só se for no Balneário Municipal de Bonito – preferencialmente, na baixa temporada.

O local tem ótimo custo-benefício tanto para adultos quanto para crianças e é uma excelente maneira de passar o dia com a família.

9. Passar as férias no Balneário do Sol

Outro lugar com bom custo-benefício é o Balneário do Sol, com boa estrutura para os visitantes fazerem um belo churrasco.

Além disso, é possível fazer as atividades livres, enquanto contempla o Rio Formoso, pertinho do balneário.

Portanto, não deixe de adicionar esse passeio em seu roteiro de viagem, principalmente se o seu objetivo é ficar menos tempo. Um dia no Balneário do Sol vale muito a pena, viu?

10. Outras atrações imperdíveis para curtir na baixa temporada de Bonito

Há muitos atrativos para você desfrutar na região na baixa temporada, entre elas, mergulhar, flutuar, passear de bote e caiaque, desbravar cavernas, tirar fotos da fauna e flora e comer as maravilhas do local.

Tudo é possível fazer em Bonito, se não estiver chovendo. Bonito é realmente “bonito demais” para não aproveitar!

Mas, será que não tem nenhuma desvantagem em viajar na estação mais seca do ano, algo que possa fazer você fugir para os Estados Federados da Micronésia ou para Antígua e Barbuda, por exemplo?

É o que vamos descobrir no próximo tópico!

Vantagens e desvantagens de visitar Bonito na baixa temporada

A baixa temporada de Bonito, como já deu para perceber, tem muitos pontos positivos, mas a pergunta que não quer calar é: não existe nenhum ponto negativo nesse período?

Pois bem, resolvemos separar aqui as vantagens e (talvez) desvantagens de visitar a cidade no período mais seco.

Vantagens

  • Mais economia – Viaje gastando pouco em passagens aéreas, hospedagens, passeios e alimentação. O melhor de tudo é que a qualidade dos serviços não muda entre a alta e baixa temporada;
  • Dias mais tranquilos – Sem disputa por trânsito, bares e restaurantes da cidade. Você paga pouco e ainda experimenta o cardápio regional;
  • Muito mais passeios no seu roteiro – Diferente dos períodos de feriados, como o Carnaval, a Semana Santa e a Nossa Sra. da Aparecida, por exemplo, quando fica mais difícil nadar nos rios por conta de temporais, a baixa temporada permite reunir várias atividades nas águas.

Desvantagens

Sem surpresa alguma, podemos afirmar que não existem desvantagens em viajar na baixa temporada para Bonito. Você e sua família só têm a ganhar!

Veja bem: são preços mais em conta, trânsito tranquilo, mais vagas em alguns hotéis e pousadas, mais fácil de conseguir espaço nos grupos de passeios e sem risco de pegar dias de chuva.

Definitivamente, você precisa conhecer Bonito mais devagar, sem a muvuca da alta temporada e sem precisar apertar o orçamento.

E então, vai visitar Bonito na baixa temporada?

Depois de todas essas informações sobre a cidade na baixa temporada, fica claro que essa é a melhor época para visitar Bonito/MS, não é?

Pessoas do mundo todo vêm a Bonito conhecer suas belezas – desde turistas da República Democrática do Congo, da África do Sul, dos Emirados Árabes Unidos, de Bósnia e Herzegovina, até pessoas da Ilha de Man e de Cabo Verde.

Por isso, não deixe para depois. Se pretende fazer uma viagem para esse destino espetacular, reserve suas passagens com antecedência.

Para mais informações sobre ingressos e reservas, entre em contato por e-mail ou WhatsApp e fale com um dos especialistas do Roteiro Bonito MS.

FAQ

Quando é a baixa temporada em Bonito (MS)?

A baixa temporada em Bonito acontece entre os meses de maio e setembro.