roteiro bonito agência de turismo em bonito

Culinária da Região Centro-Oeste: 12 Delícias Para Provar

No que diz em relação aos pratos tradicionais, a culinária da região Centro-Oeste é uma das mais ricas do país, nos proporcionando pratos deliciosos e também nos ajudando a contar mais sobre a sua história local, suas culturas e costumes do dia a dia.

A gastronomia é fundamental para expandir a nossa cultura e conhecimento, sendo que além de trazer um sabor especial para a nossa viagem, ajuda a aperfeiçoar a nossa visão sobre como vivem as pessoas da região e entender quantas maravilhas a diversidade humana pode nos ofertar.

Ao visitar o Centro-Oeste do país, o viajante irá entrar em contato com iguarias que são únicas e deliciosas, desde o arroz com pequi, o pacu assado com recheio, o caldo de piranha, até a galinhada com pequi e a mojica de pintado.

Mas, então, ficou curioso para saber um pouco mais sobre o sabor e a história por trás dessas iguarias típicas que são da região Centro-Oeste? Continue a leitura e se surpreenda!

12 pratos típicos da culinária da região Centro-Oeste

1. Pacu assado recheado

Pacu Assado
Fonte: Kauê Carvalho Quaresma (Flickr)

Este prato é muito popular sobretudo no Mato Grosso do Sul, por conta da sua grande quantidade de rios. Até por isso, os peixes de água doce se mostram como uma parte indispensável da culinária da região Centro-Oeste.

O pacu é muito popular por lá e costuma ser acompanhado da farofa.

Após fazer isso, o peixe será assado e decorado com folhas de alface e tomate. Quem for visitar este estado, de jeito nenhum pode perder de provar esse prato típico.

Bonito é uma cidade muito importante para a região e dispõe de uma ampla tradição dentro do turismo ecológico, se tornando uma referência em todo o país e atraindo cada vez mais turistas.

Por lá, irá encontrar várias opções de restaurantes populares e baratos até os mais luxuosos, onde irá poder encontrar esses deliciosos pratos.

2. Arroz com pequi

O pequi é um dos temperos especiais que é mais utilizado na região, presente em todos os estados do Centro-Oeste com muita frequência, incluindo o Distrito Federal.

Entre outras especiarias que também se destacam na sua culinária, temos o gengibre, o açafrão e a fruta silvestre jurubeba.

O pequi é um fruto que pode ser encontrado no cerrado e que aparece em várias comidas da região, não apenas no arroz. Neste prato, verá que é possível encontrar desde o fruto inteiro como apenas a sua polpa.

Em relação ao consumo, deixamos aqui essa dica: se decidir consumir o prato através do primeiro modo, é importante que você não morda o fruto, pois o caroço pode acabar lhe machucando.

De um modo geral, essa comida é feita a partir do cozimento da fruta e ao se acrescer arroz combinado com algumas especiarias, desde a pimenta até o cheiro-verde.

O pequi é um forte elemento da cultura da região Centro-Oeste e que comprova que a presença indígena é muito forte na culinária desta parte do país.

O seu nome no tupi significa “pele espinhenta” e que também pode ser conhecida como amêndoa de espinho, pequerim e grão-de-cavalo.

Esse fruto também chama a atenção pela sua coloração amarela e um gosto que é bastante expressivo, sendo rico em vitaminas A, C e E, apresentando características antioxidantes e anti-inflamatórias.

3. Galinhada com pequi

Galinhada com Pequi
Fonte: Venilton Siqueira (Flickr)

m dos representantes que melhor pode ilustrar a região Centro Oeste do Brasil, em especial no Mato Grosso, esse prato leva arroz, tomate, pequi, galinha, cebola e alguns outros temperos.

Primeiramente, se deve fritar e refogar o frango, logo após ele ser picado. Após isso, será adicionado arroz e água para o cozimento, sendo que para completar somente deverá inserir mais alguns ingredientes.

Para que a mistura pegue o gosto e para ficar tão saboroso como o arroz com pequi, é preciso garantir que está bem molhadinha.

Em relação à sua origem, esse prato tem como grande influência os portugueses, pois a carne de frango e o arroz foram alimentos que receberam a introdução dos colonizadores europeus.

Neste momento, a galinha se popularizou em várias regiões do Brasil e inclusive figura como um de nossos alimentos que mais tem relevância para a balança comercial, fruto de uma grande exportação.

4. Bolinho de arroz

Cheio de sabores e com ricos ingredientes, o bolinho de arroz dá aquele destaque na mesa de qualquer brasileiro e na região Centro-Oeste ele faz parte de sua gastronomia tradicional.

A combinação de sabores faz com que o arroz de bolo de Cuiabá, como ele também é conhecido, acabe se mostrando como uma ótima opção tanto para o almoço como também para acompanhar o café no lanche da tarde.

De acordo com o que consta em sua tradição, esse prato tem as suas raízes na cultura indígena e portuguesa, sendo também importante em uma das tribos indígenas das mais conhecidas do Mato Grosso do Sul.

Essa receita fica ainda mais saborosa quando preparada no fogão a lenha. Em algumas de suas versões, se acrescenta urucum em pó, palavra que significa “vermelha” na linguagem tupi e que é uma planta presente na região da Amazônia.

Nesta receita, o arroz será cozido e triturado, para servir como uma farinha de bolo. O ingrediente será misturado com mingau de mandioca, açúcar e água, além de alguns outros complementos que podem ser adicionados para dar gosto, como canela, coco, manteiga e o fermento em pó.

É muito importante deixar a massa descansando antes de que ela seja colocada em forno. Depois de assado, é só se deliciar enquanto aproveitar para conhecer as belezas que te esperam no Centro-Oeste.

Nos bares de Bonito, é muito provável que você encontre um delicioso bolinho de arroz para provar!

5. Caldo de piranha

Caldo de Piranha
Fonte: Nide Braga (Flickr)

O caldo de piranha é um prato exótico da culinária regional, que logo de cara é apresentado aos turistas para que eles já tenham conhecimento das comidas típicas do Centro-Oeste.

Esse prato típico é feito com piranha cozida, após se retirar todas as espinhas. Esse prato é preparado com alho, salsinha, tomate, coentro e pimenta bode, um prato muito tradicional na região Centro-Oeste e que pode vir acompanhado de arroz.

Por ser muito ralo, esse caldo costuma ser tomado em xícaras ou em cumbucas. Algumas pessoas preferem engrossar esse prato com um pouco de farinha, como se fosse uma espécie de pirão.

Muitos comentam que, pelos estados da região, o caldo de piranha é considerado um prato afrodisíaco, fazendo um grande sucesso com o público masculino.

6. Sopa paraguaia

Se você está pensando que a sopa paraguaia é um dos pratos que remetem à sopa, aquela típica para comer no inverno, você está enganado. Apesar desse nome, essa receita se trata de uma torta salgada que é preparada com farinha de milho e queijo.

Pelo fato de fazer fronteira com o Paraguai, essa receita acaba sendo consumida igualmente em diversos lugares. É uma torta feita basicamente com milho, leite, cebola, óleo e queijo em sua composição.

Alguns lugares acabam adicionando azeitona, tomate seco, pimenta do reino e orégano.

Tudo irá depender do estado do Centro-Oeste que for visitar durante a sua viagem, mas é quase certeza de que irá encontrar uma sopa paraguaia deliciosa.

7. Vaca atolada

Vaca Atolada
Fonte: Marina Schneider (Flickr)

Uma receita que já é emblemática dentre as típicas do Centro-Oeste é a vaca atolada, prato quase obrigatório para quem for visitar essa parte do Brasil.

O seu preparo é muito simples, sendo certeza de que irá render um sabor incrível para os turistas. E, dessa vez, a base do pravo é a carne bovina.

A vaca atolada é preparada com uma costela de boi guisada e uma mandioca que será cortada em cubos.

Vale muito a pena provar essa iguaria!

8. Arroz boliviano

Essa receita vem ganhando muita popularidade por outros estados do Brasil, além da região Centro-Oeste.

O arroz boliviano é um prato típico mato grossense, levando carne moída, ovos, banana da terra, batata palha e muito arroz.

Assim, se mostra como um prato típico da região e pode ser feito em qualquer lugar.

9. Arroz Maria Isabel

Arroz Maria Isabel
Fonte: Cozinha da Matilde (Flickr)

Esse é um prato clássico do Mato Grosso do Sul, onde o Arroz Maria Isabel é preparado a partir de carne seca, ao contrário da carne de sol.

Carnes desse tipo são usadas por dificilmente estragarem e aguentarem longas viagens.

Essa receita leva uma carne de sol dessalgada e picada, com arroz, alho, folhas de louro, pimentas variadas e cheiro verde.

Também é possível utilizar a pimenta de bode na receita, que irá dar um toque extra no seu sabor, fazendo você apreciar ainda mais a culinária da região Centro-Oeste.

10. Empadão goiano

Uma viagem à região Centro-Oeste acaba nos remetendo à rica gastronomia que está presente em todo o estado de Goiás, até o momento em que iremos encontrar o delicioso empadão goiano.

Trata-se de uma das receitas que figuram entre as mais simples, presente tanto na mesa dos indígenas como do povo goiano em geral.

A receita é feita com uma massa de empada com gordura de ovos. Porém, o que mais irá chamar a sua atenção será a sua grande variedade de recheios, como frango, carne de porco, linguiça ou palmito.

Sem dúvida, é uma iguaria que acaba encantando os turistas que passam pelo cerrado.

11. Pamonha

Pamonha
Fonte: ljulio (Flickr)

A pamonha é muito popular em todo o Brasil, mas faz ainda mais sucesso no estado de Goiás e em toda a região Centro-Oeste do Brasil. É possível encontrar pessoas consumindo pamonha tanto em capitais como nas regiões do interior desta parte do país.

Não existe muito segredo para preparar esse prato que é originado do milho verde. Porém, os goianos capricham em seu recheio, tanto salgado como também doce, sendo fácil encontrar a pamonha em restaurantes, barracas de rua e mercados.

12. Filé de tatu

Assim como a paca, o tatu é outro animal que é pouco comum quando falamos de comida, porém que também se tornou popular na região Centro-Oeste.

Pode ser preparado tanto em filés como em uma panela, também podendo ser acompanhado de pimentão, cebola e tomate. Uma boa dica é usar limão, que é uma das frutas que podem ajudar a equilibrar o gosto mais salgado da carne.

Qual a culinária da região Centro-Oeste?

A região Centro-Oeste não é composta apenas por carnes bovinas, tendo uma grande influência da população indígena. Essa região também herdou os hábitos de alguns países vizinhos, como a Bolívia e o Paraguai, tendo a chipa como um dos salgados mais comuns. O Centro-Oeste é conhecido também pelos seus pratos exóticos, como carne de tatu e arroz com pequi.

Quais são os doces típicos da região Centro-Oeste?

Na Região Centro-Oeste são servidos doces muito saborosos, como o mané pelado, que é um bolo de mandioca, além de outras delícias como o doce de leite, a trufa de paçoca com baru, os sorvetes de frutas típicas do Cerrado e as compotas de frutas.

Thiago Araújo

Tenho 30 anos. Sou esposo da Flávia e pai de 3 lindos meninos: Kauã, Kaio e Lorenzo. Sou um empreendedor apaixonado por Bonito/MS. Amo viajar e também gosto de mostrar o melhor que minha cidade tem para quem vem nos visitar. Conte com a minha ajuda.

[GRÁTIS] Guia com Todos os Passeios e Valores de Bonito

Conheça os valores atualizados dos passeios e poupe horas na montagem do roteiro.

Solicite agora gratuitamente.