roteiro bonito agência de turismo em bonito

O Que Fazer em Dias de Frio em Bonito/MS? Veja 9 Atrações Boas

Decidir o que fazer em dias de frio em Bonito/MS não é uma tarefa fácil. Afinal, a cidade, que fica a cerca de 300 km de Campo Grande, é conhecida como um destino ideal para o ecoturismo.

Dado o escaldante calor da região, as cachoeiras locais representam uma deliciosa alternativa. No entanto, é possível aproveitar, mesmo em outras estações do ano, as diversas atrações da cidade.

Nesse sentido, preparamos algumas opções para agradar os visitantes que estarão no inverno em Bonito/MS. Sendo assim, as atrações que elencamos a seguir têm agradado turistas dos mais diversos países.

Vamos lá?

9 ideias para decidir o que fazer em dias de frio em Bonito/MS

1. Gruta do Lago Azul

gruta do lago azul

A Gruta do Lago Azul é o maior cartão postal de Bonito, por isso, merece um destaque especial nessa lista.

É a melhor opção para passar um dia frio e agradável, tendo atividades interessantes para fazer em Bonito.

Bonito reserva muitas surpresas aos seus visitantes e, sem dúvidas, a Gruta do Lago Azul é uma delas.

Trata-se de um lago subterrâneo, cujas incríveis dimensões a tornam um local excepcional e único!

Eventualmente, após percorrer uma trilha bastante tranquila de apenas trezentos metros, você seguirá por uma escadaria dotada de degraus bastante íngremes.

Então, avistará um lago com águas intensamente azuis, em uma profundidade estimada de noventa metros.

As águas que preenchem este lago brotam diretamente de um rio localizado no subterrâneo, fazendo com que o ambiente seja ainda mais atraente e misterioso.

Um pouco da história da Gruta do Lago Azul

Se você é o tipo de turista que se interessa pela história dos locais que visita, vai gostar de saber como surgiu o principal cartão postal de Bonito.

Essa gruta foi descoberta por um índio da etnia Terena no ano de 1924.

Trata-se de uma das mais relevantes cavernas a integrar o patrimônio espeleológico brasileiro e, também, um dos atrativos naturais mais importantes de todo o Mato Grosso do Sul.

Dotada de um valor paisagístico excepcional, ela foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Porém, a paisagem subterrânea inusitada também não pode ser negligenciada.

Outros aspectos interessantes da Gruta do Lago Azul incluem a concentração de fósseis que pertenceram a mamíferos pleistocênicos, assim como um vasto conjunto de minerais bastante raros, sob o formato de aglomerados frágeis.

Juntamente a isso, leve em consideração que a Gruta do Lago Azul recebe a presença de inúmeros crustáceos endêmicos. Estes animais habitam, justamente, o lago subterrâneo.

A caverna tem uma abertura de grandes proporções para o exterior, possibilitando iluminação natural, viabilizando atividades turísticas com baixo impacto ambiental.

Essas medidas podem ser ainda mais intensificadas a partir da implantação definitiva do Monumento Natural Oficial da Gruta Lago Azul.

O camarão de água doce, cujo nome científico é “Potiicoara brasiliensis”, que foi descrito e descoberto em 1990, consiste na primeira espécie endêmica das cavernas situadas na Serra da Bodoquena.

Os registros da história geológica da gruta podem ser divididos em duas fases: a primeira é relativa à origem das próprias rochas nas quais a caverna vem, ao longo do tempo, sendo formada.

Por sua vez, a segunda fase é referente à formação do relevo associado à caverna.

Em outras palavras, a gruta se desenvolve em dolomitos (calcários que são compostos, majoritariamente, por cálcio e magnésio), apresentando a característica peculiar de serem solúveis ao serem submetidas a águas com elevados níveis de acidez.

Isso explica, em grande medida, a paisagem cárstica que os turistas encontram nesta área.

Dessa forma, os carbonatos (pertencentes ao Grupo Corumbá) datam do período Neoproterozoico (de 580 milhões a 540 milhões de anos).

Mergulhos de exploração na Gruta do Lago Azul

De acordo com os registros históricos, os mergulhos exploratórios começaram em 1992, por meio de uma expedição de espeleomergulhadores brasileiros e franceses.

A iniciativa conseguiu descobrir diversos fósseis de mamíferos que habitaram a região durante a era geológica do Pleistoceno.

Depois dessas descobertas científicas, os acessos ao lago ficaram restritos. Uma nova expedição foi organizada em 2015, envolvendo uma equipe composta por pesquisadores, jornalistas, cinegrafistas, fotógrafos e mergulhadores.

Até o presente momento, os mergulhos exploratórios chegaram até a profundidade de noventa e seis metros.

As imagens fotográficas e videográficas da porção subaquática desta gruta são imprescindíveis para a correta interpretação das realidades biológicas, geológicas, paleontológicas, dentre outras.

Do mesmo modo, a produção desses materiais contribui na promoção do ecoturismo na região – de viés preservacionista, consolidando-se como uma ferramenta indispensável para apoiar as atividades científicas e, também, para a atração de novos investimentos e negócios para a região de Bonito.

Rio subterrâneo magnífico
Gruta do Lago Azul

Se surpreenda com uma descida de 200 metros, com mais de 300 degraus, contendo um belíssimo lago com uma tonalidade azul que varia conforme a incidência de luz solar dentro da gruta. A beleza do lago e da gruta são dignos de visitação e contemplação

Ver PasseioFalar com Especialista

2. Balneários

balneário estrela do formoso

A cidade de Bonito/MS conta com distintos balneários que permitem que os turistas passem o dia a se refrescarem em águas cristalinas, usufruindo de toda a infraestrutura existente nesses locais.

Dentre os balneários mais frequentados de Bonito, destacam-se: o Porto da Ilha Eco Park, o Balneário de Praia da Figueira, o Balneário Municipal e o Balneário Nascente Azul – sobre o qual trataremos mais adiante.

Por definição, os balneários podem ser descritos como locais dotados de águas próprias para o banho.

À medida que a região de Bonito possui águas cristalinas, os visitantes encontram várias alternativas formidáveis para quem deseja mergulhar em locais altamente conservados e bastante limpos.

Atrações aquáticas de tirar o fôlego
Balneário Municipal de Bonito

O Balneário Municipal conta com infraestrutura completa, com locais para nadar e mergulhar, restaurante, banheiro e estacionamento. As trações aquáticas de tirar o fôlego que a cidade oferece (é possível nadar bem juntinho aos peixes) fazem desse um passeio que não pode ficar de fora do seu roteiro.

Ver PasseioFalar com Especialista

3. Nascente Azul

flutuação nascente azul

A Nascente Azul está localizada a menos de trinta quilômetros de distância do centro do município de Bonito/MS.

Ainda assim, os passeios de flutuação proporcionados pela atração atraem inúmeros turistas até o Rio Bonito.

Todavia, para acessar a flutuação no inverno, os visitantes devem percorrer uma trilha de cerca de trezentos metros para chegarem na sala de equipamentos. A seguir, uma segunda parte de trilha deve ser efetuada.

Nesse ponto da viagem, são oitocentos metros adentro da Floresta de Bacuri, em pleno inverno.

A chegada na Nascente Azul é acompanhada por um guia responsável por oferecer um treinamento breve a todos os participantes da flutuação.

Práticas consideradas arcaicas para o manejo da terra (como o desmatamento e a ausência da conservação do solo) causaram, na região da Nascente Azul, impactos deletérios ao meio ambiente do local.

Apesar da degradação, a natureza presente na área continha claros sinais de sua magnitude.

Os atuais proprietários da área adquiriram-na no ano de 2008, com o intuito de promoverem benefícios ambientais, efetuando cuidados e recuperações ecológicas e dando início a uma árdua missão.

Dica: Confira um comparativo entre a Nascente Azul e o Aquário Natural.

Passeio perfeito para toda a família
Balneário Nascente Azul

Passeio perfeito para toda a família, sendo possível curtir várias atividades aquáticas e radicais, além de relaxar tomando um banho de sol e aproveitando a paisagem exuberante. Para completar o passeio, visite também a extensa área verde habitada por aves!

Ver PasseioFalar com Especialista

4. Buraco das Araras

buraco das araras

Embora o Buraco das Araras seja ainda mais interessante durante os meses de verão (que coincidem com muitas férias escolares), é possível aproveitar o destino mesmo nos dias frios.

Entre os meses de maio e de agosto, por exemplo, os rios ficam mais cristalinos e repletos de peixes.

Uma circunstância interessante é que o nome “Buraco das Araras” se deve ao fato de constituir a maior dolina de toda a América do Sul. Aliás, uma dolina é a depressão circular que se forma no solo, apresentando o aspecto de um grande funil.

Ao passo que esta atração tem aproximadamente cem metros de profundidade, o local impressiona, também, por exceder a marca dos quinhentos metros de circunferência.

Os visitantes podem vislumbrar mais de cento e cinquenta espécies de aves, além, evidentemente, das araras.

Por isso, é mais uma ótima opção sobre o que fazer em dias frios em Bonito/MS.

Excelente opção de ecoturismo
Buraco das Araras

Um incrível passeio em meio à natureza, em uma incrível formação geológica, entre a fauna e a flora brasileira. Além de observar a natureza, as araras e todos os outros animais que vivem por ali, você também pode aproveitar para praticar rapel, um atrativo para os aventureiros de plantão!

Ver PasseioFalar com Especialista

5. Rio Sucuri

flutuação rio sucuri

O Rio Sucuri proporciona outro passeio com flutuação quase que obrigatório em seu planejamento turístico para os dias de frio em Bonito/MS.

Do mesmo modo, os passeios são feitos junto à nascente do rio, começando a um quilômetro e meio em relação à sede.

O ponto alto deste roteiro é a trilha com interpretação de cenário.

Em primeiro lugar, há uma caminhada de quatrocentos metros pela mata, na qual é possível se dirigir – mesmo no inverno – ao ponto inicial da flutuação, no deck principal.

A viagem ao Rio Sucuri guarda, para os turistas, algumas curiosidades interessantes. Dentre elas, destaca-se o motivo pelo qual o rio foi batizado com esse nome.

Isso ocorreu no ano de 1975, na ocasião em que um indivíduo proveniente de uma fazenda nos arredores sobrevoou a área.

Assim, o visitante teve uma visão perfeita de seu formato, constatando a semelhança como uma gigante sucuri.

Em razão da absoluta transparência de suas águas, o aviador relatou que a vegetação de fundo se parecia bastante com as manchas que possui esta cobra. Eis a origem do nome “Rio Sucuri”.

Com o passar do tempo, a notícia se espalhou. Assim, a Fazenda de São Geraldo – que funciona como a sede desse atrativo – quase perdeu as características de seu nome, pois, até os dias atuais, todas as atenções estão voltadas ao famoso rio.

Tanto que muitos visitantes chamam a propriedade de “Fazenda Rio Sucuri”.

Muitos mergulhadores e turistas também passaram a dizer que essa transparência é de tamanha intensidade que o local deveria ser renomeado como “Rio Sem Água” ou “Rio Invisível”.

Afinal, a verdadeira sensação dos visitantes é a de estarem voando, em vez de flutuar.

Isso se justifica porque, de acordo com os especialistas, o Rio Sucuri figura entre os que possuem as mais transparentes águas do mundo.

Nesse sentido, os seus poucos rivais seriam alguns lagos situados na região da Sibéria (pertencente à Rússia) e na Mongólia.

Desse modo, o Rio Sucuri é ainda mais transparente do que as célebres águas cálidas das Bahamas!

Nade em águas cristalinas e com poucos peixes
Flutuação no Rio Sucuri

O Rio Sucuri é não apenas um dos principais rios da região, mas também um dos mais procurados do país. Após uma pequena trilha através de algumas nascentes de águas cristlinas, você chegará ao deck onde se iniciará a flutuação no Rio Sucuri, bem pertinho dos peixes!

Ver PasseioFalar com Especialista

6. Rio da Prata

mergulho rio da prata bonito ms

O Rio da Prata é mais um local simplesmente maravilhoso de Bonito/MS que merece a sua visita.

Está situado a menos de quarenta quilômetros da cidade de Jardim e a cinquenta quilômetros de distância de Bonito.

Como resultado, os turistas podem selecionar tanto a flutuação quanto o passeio de trilha – ambos realizados pelo célebre Recanto Ecológico do Rio da Prata.

O trajeto tem início na recepção e os visitantes recebem todas as orientações e os equipamentos necessários para essa aventura!

Um dos passeios mais bonitos e famosos da região
Flutuação no Rio da Prata

A flutuação Rio da Prata é uma das melhores atrações do país. Ele recebeu 5 estrelas em 2008 e 2009, um prêmio raro que apenas poucas atrações já conquistaram. Além disso, o programa recebeu o prêmio Traveller’s Choice 2021, o que faz desse um passeio que você não pode perder!

Ver PasseioFalar com Especialista

7. Abismo Anhumas

abismo anhumas

No Abismo Anhumas, a temperatura das águas pode chegar aos dezoito graus. Entretanto, pelo restante da flutuação, esse índice oscila entre 21 e 23 graus.

Você poderá utilizar a vestimenta de neoprene fornecida aos turistas em Bonito, entrando “no clima” ideal para essa jornada submersa.

Ao mesmo tempo, este abismo é outra caverna aberta à visitação, dotada de um lago belíssimo no fundo.

A única forma de chegar na parte interna do local é fazer um rapel de cerca de setenta e dois metros.

Uma experiência inesquecível
Abismo Anhumas

Passei ideal para todos os aventureiros, não sendo necessário saber nada de rapel para isso, pois você será ensinado na hora. E, mesmo que você não tenha prática nenhuma, pode só ser içado e descido pela caverna com o auxílio de equipamentos. Vale a pena testar!

Ver PasseioFalar com Especialista

8. Lagoa Misteriosa

lagoa misteriosa

Assim como as demais atrações descritas neste artigo, o passeio à Lagoa Misteriosa é altamente recomendável para os dias frios em Bonito/MS.

Esse local possui enorme profundidade, tornando encantadores todos os mergulhos com cilindro.

Outra atividade bastante procurada pelos turistas durante o inverno é a flutuação, com snorkel na Lagoa Misteriosa, pois ela permite a contemplação da vida aquática.

Afinal, as águas cristalinas facilitam a observação dos incontáveis peixinhos e algas. Outra facilidade é garantida pelo deck quase totalmente submerso.

Mergulhe em um local sem fudo
Flutuação na Lagoa Misteriosa

Você já pensou em flutuar em um local em que a profundidade não é conhecida? Pois essa é exatamente a proposta da lagoa misteriosa! Nela, além de flutuar você ainda poderá mergulhar, e explorar um pouco mais dessas águas misteriosas. Um passei para quem tem coragem!

Ver PasseioFalar com Especialista

9. Boca da Onça

boca da onça

A aventura do Rapel da Boca da Onça pode ser acessada facilmente por turistas que partem, no inverno, das cidades de Bodoquena (trinta e quatro quilômetros de distância) e de Bonito (cinquenta e cinco quilômetros).

Para tanto, você deve se dirigir, desde Bonito, à sede do receptivo na fazenda e, de lá, seguir rumo ao ponto da plataforma onde ocorre a atividade vertical.

Essa base conta com uma estrutura metálica de trinta e quatro metros de comprimento – avançando ao longo de 15 metros sobre um precipício antes de iniciar a descida.

Assim, se estiver em dúvida sobre o que fazer em dias frios em Bonito/MS, essa é outra boa ideia.

Gostou do nosso conteúdo? Então, aproveite para garantir sua chance de conhecer esse paraíso, reservando seus passeios com a Roteiro Bonito MS por WhatsApp ou por e-mail. Até a próxima!

Lindas nascentes e cachoeiras
Cachoeira Boca da Onça

A cachoeira Boca da Onça é uma atração por si só, mas não é a única ali disponível. Maravilhe-se também através de diversas trilhas pela natureza, nascentes e diversas outras cachoeiras que irão te maravilhar, para os mais aventureiros é até mesmo possível praticar rapel na cachoeira!

Ver PasseioFalar com Especialista

Thiago Araújo

Tenho 30 anos. Sou esposo da Flávia e pai de 3 lindos meninos: Kauã, Kaio e Lorenzo. Sou um empreendedor apaixonado por Bonito/MS. Amo viajar e também gosto de mostrar o melhor que minha cidade tem para quem vem nos visitar. Conte com a minha ajuda.

[GRÁTIS] Guia com Todos os Passeios e Valores de Bonito

Conheça os valores atualizados dos passeios e poupe horas na montagem do roteiro.

Solicite agora gratuitamente.