roteiro bonito agência de turismo em bonito

O Que Fazer em Miranda/MS? 6 Principais Passeios e Atrações da Região

Se você chegou até aqui porque está curioso sobre o que fazer em Miranda/MS, não precisa mais ter dúvidas!

Miranda é um município bastante conhecido por seus monumentos históricos e turismo rural.

Assim como Bonito, a cidade acabou se tornando mais um centro turístico para quem quer viajar e conhecer a região do Pantanal, que fica bem no centro da América do Sul.

Sendo assim, confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre o que fazer em Miranda/MS e quais são os melhores passeios dessa região.

Conheça melhor o município de Miranda, próximo a Campo Grande, no Mato Grosso do Sul

Miranda é um pequeno município localizado no Mato Grosso do Sul, a 207 km de distância da capital Campo Grande e a 135 km de Bonito. O principal acesso para chegar à cidade saindo de Campo Grande é pela rodovia BR-262.

A cidade conta atualmente com cerca de 25.000 habitantes, tendo como principal referência econômica o turismo rural. Por esse motivo, muitas pessoas consideram Miranda/MS um Portal do Pantanal e de parte da cultura do estado do Mato Grosso do Sul.

Miranda/MS foi fundada em 1778, considerada uma das localidades mais antigas do estado. Seu nome tem origem no principal rio que corta o município, o Rio Miranda.

Além de ser um marco no turismo rural, com passeios que incluem as fazendas San Francisco e Refúgio Ecológico Caiman, Miranda também apresenta diversos pontos históricos interessantes, como o Centro Referencial da Cultura Terena, o Marco Histórico da Guerra do Paraguai, a Estação Ferroviária de Miranda ou a Igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo.

Na hora da refeição, além do tradicional cardápio pantaneiro à base de peixes, é possível também optar por pratos que levem receitas com carne bovina, que, aliás,  é uma grande referência da pecuária local.

O que fazer em Miranda/MS: melhores passeios

A região do Pantanal brasileiro é um lugar privilegiado por conter tantas cidades turísticas em seu território. O município de Miranda/MS é um desses lugares, e conta com diversos passeios bem interessantes para integrar o seu visitante na cultura pantaneira.

Por isso, selecionamos alguns dos pontos turísticos mais famosos para você conhecer melhor a cidade que é referência mundial no turismo rural, turismo de pesca e ecoturismo.

Turismo Rural na Fazenda Refúgio Ecológico Caiman

Fazenda Refúgio Ecológico Caiman
Fonte: Bea (TripAdvisor)

A Fazenda Refúgio Ecológico Caiman está localizada a 31 km de distância do centro de Miranda. Saindo de Campo Grande, o acesso pode ser feito pela rodovia BR-262.

Os fazendeiros e funcionários que ali vivem atuam em atividades de pecuária extensiva de carne bovina, junto com ecoturismo e geração de conhecimento sobre o Pantanal. Sua extensão total ultrapassa os 53.000 hectares.

Durante a visita à fazenda, são disponibilizados guias turísticos especializados na história da região, fauna e flora pantaneira e sobre o funcionamento da fazenda.

Um dos grandes pilares presentes na Fazenda Refúgio Ecológico Caiman é o foco na conservação do meio ambiente e o progresso respeitando a natureza e o ciclo natural do Pantanal. Além disso, a região também preza pela proteção e divulgação da cultura regional, bem como com as tradições de seus habitantes.

A Fazenda Refúgio Ecológico Caiman também dispõe de uma estrutura de hospedagem, composta por duas pousadas, para oferecer abrigo aos visitantes.

Próximo ponto de parada: encontro dos rios Salobra e Miranda

Rio Salobra
Fonte: San Facchini (Flickr)

Todo passeio por Miranda deve ter na lista de roteiro a visita ao famoso rio que deu origem ao nome do município.

Sendo assim, a recomendação é que você faça sua visita ao lugar onde o Rio Salobra se encontra com o Rio Miranda.

Miranda também tem o seu encontro de águas, e mesmo que esse encontro de rios não se encontre na mesma proporção que outros, como os rios Negro e Solimões em Manaus, ainda assim ele se torna igualmente interessante inserido em um vasto cenário de turismo rural.

O Rio Salobra nasce na Serra da Bodoquena, e através de um caminho sinuoso pela região, atravessa diversos paredões de rochas e produz mais de 40 cachoeiras. Por sua vez, o Rio Miranda possui uma extensão de 765 km, nasce na Serra de Maracajú, no município de Ponta Porã e deságua no Rio Paraguai, município de Corumbá.

Sendo assim, por meio desse passeio, é possível contemplar o encontro entre rios que possuem tonalidades diferentes na cor da água, observando a nítida diferença entre o tom mais turvo do Miranda e a tonalidade cristalina do Rio Salobra.

Enfim, esse é um passeio que proporciona uma experiência bem diferente dos passeios que acontecem em outros municípios.

Fazenda San Francisco: um dos passeios mais populares de Miranda

Fazenda San Francisco
Fonte: Fazenda San Francisco (TripAdvisor)

A Fazenda São Francisco é um dos destinos rurais mais populares do município de Miranda, localizando-se a 36 km de distância do centro.

O lugar é uma ótima recomendação para quem está em busca de aventura e o acesso pode ser feito pela rodovia BR-262, caso você parta de Campo Grande.

O passeio mistura momentos de descanso, com momentos de pura adrenalina, pois é possível ao visitante conhecer e ficar cara a cara com diversos animais selvagens, como jaguatiricas, lobos-guará, jacarés, e onças-pintadas, durante os passeios de focagem noturna.

Esses encontros acontecem por meio de um safári fotográfico por uma estrada em meio a mata nativa da região, focagem noturna para a observação de animais silvestres que não possuem hábitos diurnos, passeio de chalana no Corixo São Domingos com paradas para pescar piranhas, um braço do Rio Miranda para observação de pássaros, cavalgadas, trilhas e churrasco pantaneiro.

Além dessas atrações, a Fazenda San Francisco possui um trabalho de preservação ambiental batizado com Projeto Gadonça. O grande objetivo desse projeto é estudar a interação entre os predadores carnívoros e os animais domésticos do Pantanal.

Estação Ferroviária: ligação entre Miranda e Campo Grande ao Brasil

Para conhecer um pouco mais da história de Miranda, você certamente deve conhecer a Estação Ferroviária de Miranda, inaugurada em 31 de dezembro de 1992.

A relevância histórica dessa atração reside no fato de que, durante muitos anos, a estação fez parte do transporte de mercadorias e passageiros entre Campo Grande, Corumbá e Bauru, no interior de São Paulo, até a ocasião em que foi privatizada no ano de 1996.

Hoje em dia, a estação perdeu sua função rodoviária e se transformou em museu, contando parte da história ferroviária do Mato Grosso do Sul e do Brasil.

Além do prédio histórico em que se transformou a Estação Ferroviária, o visitante também conta com a bela paisagem que compõem os arredores da estação.

Noite Pantaneira: um evento para reavivar a cultura do Pantanal

A Noite Pantaneira é uma festa local que ocorre em Miranda, com duração de 3 horas, oferecendo ao visitante o que há de melhor da cultura local. Devido ao povo sul matogrossense cultivar em si a importância de se preservar as tradições e história do seu de seu estado, exemplificado pela criação do Centro Referencial da Cultura Terena, a Noite Pantaneira tornou-se uma ótima oportunidade de manter viva essa cultura e divulgar ao visitante o modo de vida característico da região.

Durante toda a festa, ouve-se muitas músicas típicas do estado, por meio de conhecidos violeiros e bandas locais. Além disso, para acompanhar toda essa animação, há o momento da apresentação das danças regionais mais famosas do Mato Grosso do Sul. Inclusive, até o turista que ali se encontra é convidado a entrar na dança.

As pessoas usam trajes para homenagear os condutores de boiadas, famosos por seus berrantes que servem de guia ao gado pelas estradas e fazendas sul matogrossenses.

Por fim, há também o momento de contação de histórias e lendas conhecidas da região, que foram passadas entre as gerações e remontam a séculos atrás.

Usina Açucareira Santo Antônio: um roteiro para quem curte história

Usina Açucareira Santo Antônio
Fonte: Marcos Severgnini (Flickr)

As ruínas da Usina Açucareira Santo Antônio, ou Usina Velha, como também é conhecida, tornou-se uma atração histórica de Miranda que ajuda a manter viva as memórias do lugar, assim como acontece com o Marco Histórico da Guerra do Paraguai.

Inaugurada em 21 de julho de 1929, a Usina de Açúcar Santo Antônio ajudou o município a se tornar um importante pólo açucareiro para o Brasil, desde sua fundação até meados dos anos 30.

Desde agosto de 2007, as ruínas da usina foram declaradas Patrimônio Cultural Nacional, e recebe cada vez mais visitas de pessoas que querem conhecer um pouco mais sobre o ciclo do açúcar no Brasil.

Dicas e recomendações para aproveitar melhor os passeios em Miranda

Conhecer Miranda e suas atrações turísticas vai lhe proporcionar gratas lembranças e experiências incríveis. Entretanto, existem algumas recomendações para que você possa aproveitar sua estadia da melhor maneira possível:

  • Leve filtro solar;
  • Proteja-se com bonés ou chapéus;
  • Faça uso de repelentes;
  • Use roupas leves;
  • Use calçados fechados (botas ou tênis);
  • Caso você inclua algum passeio para observar aves, evite cores vibrantes (amarelo ou laranja).

Conclusão: vale a pena conhecer Miranda?

Devido a todas as suas opções de passeios, numa mescla de atrações para se curtir um bom descanso em meio à natureza ou se aventurar pelo território do Pantanal, saiba que vale muito a pena conhecer o município de Miranda.

O Portal do Pantanal, como também é conhecida a cidade, serve de apresentação para quem ainda não conhece todo o exuberante cenário da fauna e flora pantaneiras.

Por isso, agora que já sabe o que fazer em Miranda/MS, na sua próxima viagem ao estado sul matogrossense, não deixe de visitar essa preciosidade e se encantar com o ambiente proporcionado pelo lugar através de passeios incríveis e inesquecíveis, que poderão ser registrados eternamente em fotos para suas redes sociais!

Aproveite e leia também:

E então, gostou das nossas dicas? Reserve seus passeios com a Roteiro Bonito MS hoje mesmo, por e-mail ou por WhatsApp, e venha conhecer esse paraíso!

Thiago Araújo

Tenho 30 anos. Sou esposo da Flávia e pai de 3 lindos meninos: Kauã, Kaio e Lorenzo. Sou um empreendedor apaixonado por Bonito/MS. Amo viajar e também gosto de mostrar o melhor que minha cidade tem para quem vem nos visitar. Conte com a minha ajuda.

[GRÁTIS] Guia com Todos os Passeios e Valores de Bonito

Conheça os valores atualizados dos passeios e poupe horas na montagem do roteiro.

Solicite agora gratuitamente.