Quando Não Ir Para Bonito? Veja as Melhores Indicações

Sobre a autor: Thiago Araújo vive em Bonito/MS há 10 anos, conhece o melhor da cidade e é proprietária da agência de Turismo Roteiro Bonito MS.

Se tem algo que todos os turistas que conhecem esse paraíso concordam é que não existe uma época quando não ir para Bonito.

Bonito, essa bela cidade do Mato Grosso do Sul, é um dos mais fantásticos destinos de férias e de contato com a natureza do Brasil. Portanto, qualquer dia em que você puder visitá-la é um bom dia.

Entretanto, é fato que certas condições afetam a experiência que você terá. Ir a Bonito na estação chuva é diferente de conhecer a cidade na estação seca. Visitar Bonito na baixa temporada é diferente de fazê-lo na alta temporada.

Se você pretende visitar Bonito/MS, precisa saber quando ir e não ir para a cidade de acordo com o seu objetivo. Para isso, siga a leitura deste artigo repleto de dicas que preparamos.

Quando ir e quando não ir para Bonito – Mato Grosso do Sul

Em primeiro lugar, é importante ter em mente que não existe uma má época ou um período específico de quando não ir para Bonito. Afinal, a cidade tem atrativos para diversos tipos de clima e pode oferecer uma ótima visitação para todos os turistas sempre.

Entretanto, algumas condições do clima, bem como contextos pontuais do calendário, podem afetar a experiência dos turistas em Bonito. Um exemplo é a questão das chuvas ou migração dos peixes.

Por exemplo, quanto mais tempo se passa com seca, sem chuvas, mais cristalinos são os rios da região.

Ao mesmo tempo, a temporada de seca em Bonito/MS coincide com o inverno, o que gera temperaturas naturalmente menores. Portanto, é uma questão de balancear fatores como:

  • Quando você pode ir a Bonito
  • Quando o destino está do jeito que você quer

Considerando isso, a melhor época para ir a Bonito/MS é aquela em que você será capaz de ter a experiência que deseja ou imagina que seja possível.

Como é Bonito/MS em todos os meses do ano?

Praça da Liberdade de Bonito
Fonte: Ben Oliveira (Flickr)

Para ajudar você a entender qual é a melhor época para ter Bonito como seu destino, nós vamos descrever um pouco o que esperar da cidade durante as diferentes fases do ano.

Vamos mostrar como as estações afetam os atrativos locais, como o clima em Bonito/MS muda pelo ano, de que modo a temperatura pode afetar sua viagem, e qual época do ano permitirá que você explore a região do jeito que prefere.

Para facilitar, separamos o calendário em períodos de 3 meses, mencionando dicas e informações para que você organize sua visita e aproveite suas atrações favoritas.

Entre janeiro – março (pré e pós férias escolares)

Esse período do ano é marcado pela alta temporada pré férias escolares.

Janeiro tende a ser o mês mais quente do ano e com muitas chuvas de verão, que podem cancelar alguns passeios.

Em fevereiro, é época de muitos turistas irem para Bonito durante o Carnaval. Ao mesmo tempo, é quando os peixes começam a aparecer depois da piracema.

Já em março, após as férias da escola, é época de baixa temporada. A chuva começa a baixar e os rios começam a ficar mais claros.

No geral, esse primeiro trimestre é mais agitado. Por conta das chuvas em janeiro e fevereiro, as cachoeiras ficam mais volumosas e, a água, mais turva.

Entre abril – junho (começo da estação seca)

O mês de abril dá início à transição entre as épocas de chuva e de seca, havendo bastante variação no clima. Em relação ao fluxo de turistas, o movimento só acontece com mais destaque por conta da Semana Santa, mas de resto há menos gente.

Já em maio e junho, são dois meses de baixa temporada. Para quem quer os passeios sem ninguém por perto, são ótimos meses.

Além disso, por conta da falta de chuva, os rios já estão bastante cristalinos, mas as cachoeiras ainda conservam um excelente volume de água.

Somando isso ao baixo movimento das pessoas, esses meses se tornam a melhor época para viajar para Bonito, caso seja possível.

Os preços também tendem a ser menores por conta do baixo movimento.

Entre julho – setembro (sem chuva e sem calor)

Neste período, a estação chuvosa já foi embora de vez e a seca segue deixando os rios mais cristalinos.

Em julho, temos ainda dias com pouco calor, em que a temperatura durante a noite pode chegar a 13 graus e os dias são frios em Bonito.

Ao mesmo tempo, esse período de seca faz com que seja muito recomendado a prática de flutuação e mergulho em Bonito, especialmente na Lagoa Misteriosa, que passa a ter um tom muito bonito de azul nas águas.

Aproveite e veja qual a melhor atração entre Lagoa Misteriosa ou Rio da Prata.

Os ypês (árvore símbolo do Mato Grosso do Sul) também florescem com as suas flores lindamente coloridas. Os preços caem, o que também é um atrativo interessante.

No entanto, ir para as águas já não é tão agradável pela baixa temperatura (ainda que o Centro-Oeste seja bastante quente no geral).

Neste trimestre, acontecem alguns festivais em Bonito, tipo o Festival de Inverno e Festival de Música, que movimentam bastante a região.

Nessa época, há uma alta temporada em Bonito, ainda que “fora de época”, por assim dizer.

Entre outubro – dezembro (o ciclo recomeça)

No fim do ano, o ciclo recomeça.

Em outubro e novembro, as chuvas voltam, assim como os feriados, o que começa a trazer um fluxo maior de pessoas em viagem.

Os tons de verde das águas vão indo embora e tons de terra assumem o lugar. Entretanto, ainda é possível ver o rio Sucuri transparente, por exemplo.

Em dezembro é a melhor época para ir até a gruta do Lago Azul, pois é quando a lagoa assume seu tom verdadeiramente azul, muito bonito de se ver.

Além disso, por ser o começo do verão, é também quando as temperaturas sobem, portanto, dar um mergulho nos passeios de flutuação ou aquáticos se torna mais gostoso.

Além disso, é comum que muitas pessoas façam uma viagem para passar o Natal ou Ano Novo em Bonito, o que enche as pousadas e hotéis, características de uma alta temporada.

Conclusão

Centro de Bonito
Fonte: Jorge Isper (Flickr)

Após toda essa análise, vimos que não há quando não ir para Bonito. Afinal, a cidade no Mato Grosso do Sul está recheada de atividades, trilhas, lagoas para flutuação e tudo mais o que fazer, além de belezas a desfrutar.

Portanto, você deve considerar as suas expectativas com a viagem. Somente assim você saberá quanto não ir para Bonito de acordo com as suas preferências.

Caso precise de ajuda planejando seu passeio por Bonito, Serra da Bodoquena e região, nós podemos ajudar.

Entre em contato com a equipe da Roteiro Bonito MS por e-mail ou WhatsApp para saber como podemos criar momentos incríveis e memórias inesquecíveis para sua família!

Thiago Araújo

Tenho 30 anos. Sou esposo da Flávia e pai de 3 lindos meninos: Kauã, Kaio e Lorenzo. Sou um empreendedor apaixonado por Bonito/MS. Amo viajar e também gosto de mostrar o melhor que minha cidade tem para quem vem nos visitar. Conte com a minha ajuda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[ GRÁTIS ]

Guia com Todos os Passeios e Valores de Bonito

Conheça os valores atualizados dos passeios e poupe horas na montagem do roteiro.