roteiro bonito agência de turismo em bonito

Roteiro de 3 Dias no Pantanal: Passeios Perfeitos Dia a Dia

Um roteiro de 3 dias no Pantanal é uma viagem dos sonhos para muitos viajantes e aventureiros, desbravando uma das regiões mais bonitas do Brasil.

O território pantaneiro, que é a maior superfície alagável do mundo, ocupa áreas do Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, e conta com uma biodiversidade única.

Não à toa, é um dos destinos turísticos mais visitados do país, com muitas opções de passeios e atividades incríveis de observação e exploração da flora e fauna local.

No entanto, montar um roteiro eficiente pelas cidades locais não é uma atividade tão simples, e exige uma análise clara sobre a região.

E é por isso que a Roteiro Bonito MS criou esse roteiro completo, com 3 dias de contato com o melhor que o Pantanal tem a oferecer. Confira!

Roteiro de 3 dias no Pantanal: passeios dia a dia

Além dos estados brasileiros, o bioma pantaneiro se estende também por áreas da Bolívia e do Paraguai. E isso também interfere na hora de montar um roteiro eficiente para desbravar o território.

Como são apenas 3 dias, um dos primeiros pontos a se considerar é a redução do tempo de locomoção entre as cidades.

Por isso, este roteiro irá considerar a área do Pantanal Sul, no estado do Mato Grosso do Sul, que representa 65% de todo o território alagável.

Além disso, apenas duas cidades farão parte da aventura: Miranda e Corumbá, dois dos principais municípios pantaneiros.

A chegada à região acontece através de Campo Grande, que é a capital do estado, onde há o aeroporto internacional. Depois, basta pegar a BR-262, que leva diretamente para os dois destinos, em um percurso completamente asfaltado.

Então, tudo pronto? Tome um café da manhã reforçado no hotel, pegue o protetor solar e prepare-se, porque tem muito o que fazer no Pantanal.

1º dia no Pantanal – conhecer os atrativos de Miranda

Miranda Pantanal
Fonte: Luciano Justiniano (Flickr)

Miranda/MS é uma das melhores cidades do Pantanal Sul, e fica a apenas 207 km de distância de Campo Grande.

O município é repleto de hotéis e pousadas na sede, mas os grandes destaques são realmente as fazendas, que ficam nos arredores.

Esse é o caso da Fazenda San Francisco, um lugar que acaba recebendo uma grande quantidade de visitantes todos os anos.

Esses são os locais perfeitos para aproveitar os passeios pantaneiros, como as cavalgadas, safáris, pescarias e muito mais.

A grande parte do período do roteiro de 3 dias no Pantanal será na cidade de Corumbá, que é a mais completa da categoria.

No entanto, como Miranda fica no trajeto, através da BR-262, vale a pena dedicar o primeiro dia para ficar no seu território.

A pesca de piranhas, por exemplo, é uma atividade muito atrativa e comum nessa área, assim como a própria observação do bioma.

Nesse primeiro dia, vale a pena pernoitar por Miranda e seguir para o próximo destino apenas na manhã do segundo dia. Assim, é possível aproveitar bastante a parada, com os passeios na parte do dia e também os noturnos.

A noite pantaneira da cidade é muito conhecida, com bastante comida e música ao vivo para os visitantes.

Na parte do dia, a dica é realizar uma bela cavalgada, que é uma atividade muito típica na região. Depois, vale muito a pena conhecer o território através da Focagem Noturna, que é capaz de mostrar um ambiente único.

Cavalgada pelo Pantanal

Cavalgada pelo Pantanal
Fonte: Alexandre C. Marques (Flickr)

Se há um passeio que define muito bem uma viagem pelo Pantanal brasileiro, é justamente a cavalgada.

Afinal, essa é uma atividade muito especial na região, uma vez que está ligada à própria cultura pantaneira.

Os passeios a cavalo são parte integrante do dia a dia dos peões da fazenda, da lida com o gado, e do próprio desbravamento do território.

Trata-se de um modo muito interessante de observar a natureza local, os animais silvestres e a sua flora.

E o melhor de tudo é que os cavalos utilizados durante o passeio são devidamente treinados, sendo acostumados com o trato e montagem.

Por isso, oferecem toda a segurança necessária para os visitantes, mesmo para os mais inexperientes.

Não à toa, a cavalgada está presente em todas as cidades da região, sendo realmente uma marca registrada do Centro-Oeste brasileiro.

Por ser uma atividade calma, essa é uma forma muito eficiente de exploração, possibilitando o encontro com muitas espécies que vivem por lá.

Durante o dia, o grande destaque vai para as aves, mas mamíferos e répteis também fazem parte dessa lista de animais que pode-se avistar.

Quando realizada no fim da tarde, a atividade oferece ainda a observação de um belo pôr do Sol.

Focagem Noturna

Focagem noturna
Fonte: Mkt Ideiatours (Flickr)

Embora seja o menor bioma brasileiro, o Pantanal é realmente uma área gigantesca, e oferece muitas variações de espécies de animais.

Nesse caso, para aumentar a variação e as chances de encontrar um exemplar dos mais relevantes, é importante percorrer o território em horários diferentes.

Assim, embora a cavalgada já seja fundamental, vale a pena realizar a Focagem Noturna, que é um passeio realizado durante a noite.

A atividade é uma forma eficiente de encontrar com jaguatiricas, jacarés e até mesmo a majestosa onça-pintada.

Nesse caso, tudo vai depender do modo e local onde a focagem acontecer, o que envolve muitas opções.

Pode-se realizar a focagem nas áreas alagadas ou então em pontos secos, na mata preservada.

Cada uma dessas escolhas oferece diferenciais próprios, com animais diferentes em cada um deles. Além disso, também é possível utilizar barcos, carros e até mesmo cavalos para fazer o passeio.

Em todas as alternativas, o que ganha muito destaque é o céu noturno da região, que é bastante estrelado.

2º dia no Pantanal – curtir as aventuras de Corumbá

Corumbá
Fonte: José Eduardo Nucci (Flickr)

É impossível criar um roteiro de 3 dias no Pantanal e não mencionar a cidade de Corumbá, que é conhecida como a cidade mais pantaneira de toda a região.

O município está entre os maiores de Mato Grosso do Sul, com cerca de 110 mil habitantes. Além disso, oferece o melhor que o bioma alagável possui, com atividades e passeios completos em seu território.

Partindo de Miranda/MS, são cerca de 220 km de distância até a cidade, que fica a 426 km da capital do estado, através da BR-262.

A estrutura urbana de Corumbá/MS é realmente incrível, com tudo o que um turista pode precisar em uma viagem.

Mas o seu destaque fica realmente para a sua paisagem natural e sua estrutura turística, com pousadas, fazendas e hotéis, como o Pantanal Jungle Lodge.

A cidade se localiza também na divisa com o território boliviano, sendo mais um ponto a se destacar.

A presença do Rio Miranda e do Rio Paraguai também conferem à região opções perfeitas para pescaria.

Muitos pescadores esportivos viajam para o município para curtir a atividade, que é uma tradição pantaneira. Por isso, a cidade recebe, inclusive, o Festival Internacional de Pesca do Pantanal.

Passear pela Estrada Parque Pantanal

Estrada Parque
Fonte: Antonio Carlos Pavanato (Flickr)

Uma opção de atividade que vale a pena realizar na cidade é o passeio pela Estrada Parque Pantanal. Olhos abertos e ouvidos atentos são fundamentais para aproveitar o melhor dessa atividade.

Esse é um trajeto muito tradicional na região, construído para cortar o território e possibilitar a passagem de outras cidades a Corumbá.

Atualmente a BR-262 é quem cumpre essa função, deixando a estrada com uma rota mais turística. Ao todo, são cerca de 120 km de extensão, oferecendo uma exploração completa da área pantaneira.

Durante o percurso da estrada, há uma grande possibilidade de encontros com as espécies nativas pantaneiras. Isso sem falar na própria flora local, que é muito bem preservada.

Outro ponto que vale a pena destacar é que, ao longo da estrada, há muitas pousadas e outras estruturas, como a Fazenda São João, que aproveitam o fluxo de visitantes que realizam o trajeto.

São mais de 70 pontes vazantes encontradas, uma vez que a sua construção objetivava oferecer passagem até mesmo durante as épocas de cheia no Pantanal.

Passeio de barco pelo Rio Miranda

Rio Miranda
Fonte: Washington de Assis (Flickr)

Em Corumbá, uma atividade que também deve entrar no roteiro de 3 dias no Pantanal é o passeio de barco pelo Rio Miranda.

A realização do trajeto seguindo do seu leito oferece uma visão privilegiada da mata ciliar, que é repleta de vida.

Além das árvores, também pode-se avistar muitos bichos, como tucanos, tuiuiús, garças e até mesmo o raro pássaro urutau-gigante, conhecido como Mãe da Lua.

3º dia no Pantanal – explorar mais passeios de Corumbá/MS

Como mencionado, a cidade de Corumbá é realmente um território único no bioma pantaneiro. Por isso, em um roteiro de 3 dias no Pantanal, se torna muito mais atrativo dedicar mais tempo ao município.

Isso ajuda a maximizar o tempo nos passeios, reduzindo a necessidade de deslocamento para outros locais.

De uma forma geral, além da Focagem Noturna, passeios de barco, cavalgadas e a exploração da Estrada Parque Pantanal (MS-184), há muitos outros atrativos por lá.

Então, vejamos mais algumas opções importantes que vale a pena incluir no roteiro pela região.

Safári Fotográfico

Safári Fotográfico
Fonte: Magda Slazak (Flickr)

Assim como as próprias cavalgadas, um passeio que também é muito comum na área pantaneira são os chamados safáris fotográficos.

Essa é uma atividade muito popular nas savanas africanas, oferecendo uma exploração eficiente do território. E no Pantanal também é uma forma única de conhecer a fauna e flora local.

De uma forma geral, trata-se de um passeio realizado em terra firme, através de um carro aberto, com um grupo de visitantes.

Um ponto bastante positivo dessa atividade é que ele possibilita percorrer uma área extensa, sem a necessidade de nenhum esforço físico.

No entanto, se realiza todo o trajeto com calma, uma vez que o objetivo é também registar os principais pontos com belíssimas fotos.

Sucuris, araras azuis e onças-pintadas são alguns dos bichos que podem surgir durante o passeio, oferecendo registros únicos para os viajantes.

Pesca de piranhas

Pescaria Pantanal
Fonte: Ricardo (Flickr)

Para quem curte uma bela pescaria, outra atividade que também não pode ficar de fora do roteiro de 3 dias no Pantanal é a pesca de piranhas.

Em Corumbá/MS, a ação acontece no Rio Miranda, que é famoso por proporcionar belos momentos na captura desses peixes.

Como são predadores vorazes, as piranhas são facilmente fisgadas com um anzol e uma isca de carne vermelha.

O território pantaneiro oferece muitos outros tipos de pescarias, como no próprio Rio Paraguai, mas isso exige uma preparação muito maior.

No caso das piranhas, a pesca acontece de um modo mais aberto e simples, sendo uma experiência muito interessante de se vivenciar.

Em muitos casos, é comum que os peixes fisgados sejam fritos para saborear, mas também é possível devolver tudo para o rio.

Conclusão

Um roteiro de 3 dias no Pantanal é realmente uma aventura única, sendo um dos passeios mais completos que o Brasil tem a oferecer.

Não à toa, o território alagável recebe milhares de visitantes todos os anos, que vão conhecer os atrativos do bioma de Mato Grosso e sul-mato-grossense.

São muitos passeios de destaque, como a focagem noturna, safáris, passeios de barco, cavalgadas e pescarias no Rio Miranda.

De volta às pousadas e fazendas, a culinária é ainda outro ponto destacável, com pratos típicos regionais. O arroz carreteiro, por exemplo, é um item muito comum por lá, e que vale a pena conferir.

O passeio pelo Pantanal, além de todo o contato com a natureza, em seu grau máximo, também é uma oportunidade única de se imergir na cultura local.

Assim, diferentemente de outros destinos turísticos mundo afora, a parte cultural é uma questão muito presente nos atrativos.

Esse é o caso das cavalgadas, que estão atreladas à própria história dos habitantes locais, tanto os passados como os que ainda vivem na região.

Isso tudo sem falar, é claro, na própria riqueza da biodiversidade pantaneira, com uma ampla variedade de espécies de plantas e animais.

A imponente onça-pintada e a sucuri são apenas alguns dos bichos mais incríveis que se encontram por lá.

Gostou do nosso conteúdo? Difícil mesmo vai ser fazer o check out e não lotar as redes sociais de lembranças da viagem!

Então, aproveite para garantir sua chance de conhecer esse paraíso, reservando seus passeios com a Roteiro Bonito MS por WhatsApp ou por e-mail. Até a próxima!

Thiago Araújo

Tenho 30 anos. Sou esposo da Flávia e pai de 3 lindos meninos: Kauã, Kaio e Lorenzo. Sou um empreendedor apaixonado por Bonito/MS. Amo viajar e também gosto de mostrar o melhor que minha cidade tem para quem vem nos visitar. Conte com a minha ajuda.

[GRÁTIS] Guia com Todos os Passeios e Valores de Bonito

Conheça os valores atualizados dos passeios e poupe horas na montagem do roteiro.

Solicite agora gratuitamente.